Hoje, quarta-feira, 20 de junho de 2018

PSICANALISANDO > AH, ESSA TENSÃO INSUPORTÁVEL - STRESS

 

O estresse ou stress pode ser definido como a soma de respostas físicas e mentais de uma incapacidade de distinguir entre o real e as experiências e expectativas pessoais. Pela definição, stress inclui a resposta de componentes físicos e mentais.Stress

 

O termo estresse foi publicado pela primeira vez em 1936 pelo médico Hans Selye na revista científica Nature. Existem dois tipos de stress: crônico e orgânico.

O stress pode ser causado pela ansiedade e pela depressão devido à mudança brusca no estilo de vida e a exposição a um determinado ambiente, que leva a pessoa a sentir um determinado tipo de angústia. Quando os sintomas de estresse persistem por um longo intervalo de tempo, podem ocorrer sentimentos de evasão (ligados à ansiedade e depressão). Os nossos mecanismos de defesa passam a não responder de uma forma eficaz, aumentando assim a possibilidade de vir a ocorrer doenças, especialmente cardiovasculares.

Também conhecido como um modelo teórico bio-psicossocial.


As causas que podem levar as pessoas ao stress:

Dor e mágoa
Luz forte
Níveis altos de som
Eventos: nascimentos, morte, guerras, reuniões, casamentos, divórcios, mudanças, doenças crónicas, desemprego e amnésia.
Responsabilidades: Dívidas não pagas e falta de dinheiro
Trabalho/estudo: provas, tráfego lento e prazos pequenos para projetos
Relacionamento pessoal: conflito e decepção
Estilo de vida: comidas não-saudáveis, fumo, alcoolismo e insônia
Exposição de stress permanente na infância (abuso sexual infantil).
Idade
O stress pode ativar o simpático e o sistema nervoso autônomo e liberar em excesso os hormônios incluindo a adrenalina/epinefrina e o cortisol.


Sintomas Gerais


Físicos

Dores de cabeça
Dores musculares
Insônia
Indigestão
Taquicardia
Alergias
Queda de cabelo
Mudança de apetite
Gastrite
Dermatoses
Esgotamento físico

Psicológicos

Apatia
Memória fraca
Tiques nervosos
Isolamento e introspecção
Sentimentos de perseguição
Desmotivação
Autoritarismo
Irritablilidade
Emotividade acentuada
Ansiedade

 

Tratamentos convencionais

Remédios

Somente um profissional poderá indicar o melhor rémedio para cada caso, depois de uma avaliação. Porém os mais utilizados são: calmantes, anti-depressivos entre outros.


Alimentação

Durante o processo de estresse, o organismo perde muitas vitaminas e nutrientes, portanto para repor essa perda é recomendado comer muitas verduras e frutas, pois são ricas em vitaminas do complexo B, vitamina C, magnésio e manganês. Brócolis, chicória, acelga e alface são ricos nesses nutrientes. O cálcio pode ser reposto com leite e seus derivados.


Atividade Física

Qualquer atividade física proporciona benefícios ao organismo, melhorando as funções cardiovasculares e respiratórias, queimando calorias, ajudando no condicionamento físico e induzindo a produção de substâncias com caráter relaxante e analgésico, como a endorfina.
Algumas pesquisas indicam que a atividade física mais eficaz é a natação, pois além de obter todos os benefícios do esporte, tem menores riscos de lesões


Tratamentos não convencionais

Medicina alternativa: fitoterapia, acupuntura, massoterapia, entre outros. Alguns deles não são aceitos na comunidade científica ou por médicos. Apesar disto, em algumas pessoas estes tratamentos podem ter um efeito placebo. (modulação psíquica do sistema imunológico).


Importante!

* Os tipos de estresse são variados e não se restringem aos citados acima. Não tome nenhum tipo de medicamento sem o acompanhamento de um profissional.


Este texto é apenas informativo. Para diagnosticar o Estresse converse com um profissional.

 

- Saia da Rotina!

A rotina é a maior vilã nos casos de estresse.  Tente tirar férias ou programe alguns fins de semana longe da rotina, preferencialmente em lugares calmos, na companhia de pessoas agradáveis e se possível longe do telefone celular!!

Voltar


Ana D´Araújo

Psicoterapia | Ana D´Araújo 2011
www.anadaraujo.com.br