Hoje, segunda-feira, 26 de junho de 2017

POEMAS > ENCANTO



Ouvi o canto das cigarras
Prenúncio da nova estação
Onde flores se abrem
E saúdam faceiras
A chegada do verão

Encantada sigo o caminho
Elejo a companhia da alegria
Que nunca me deixa sozinha
E me faz cócegas na alma

Na esquina vejo você chegar
Nunca te demoras.
Completas a paz do meu dia
Em leves e suaves brisas

E quando a noite cai, não dá pra negar-te.
Passeias em mim como quem vê estrelas
Almas nuas em claro desejo eternizado.
Sorves-me a alma enquanto em mim,
Torno-te imortal.


Ana D´Araújo

Voltar


Ana D´Araújo

Psicoterapia | Ana D´Araújo 2011
www.anadaraujo.com.br