Hoje, domingo, 28 de maio de 2017

REFLEXÕES > O RESGATE DA GENTILEZA

Atos gentis nos causam estranhamento, o que constitui grande inversão de valores.


  

 

Por ser o amor um sentimento em extinção nos corações humanos, atos gentis nos causam estranhamento... o que configura grande inversão de valores.

 

Um dia, Jesus cristo disse, que quando o tempo se aproximasse do fim, os homens seriam desafeiçoados e sem misericórdia, egoístas, caluniadores, e que toda forma de esfriamento do amor aconteceria no coração de quase todo ser humano.

 

 No entanto, quando pensamos nisto, costumamos lançar estes adjetivos para longe de nós, como se nós fossemos "separados pelo quase" ou carregássemos em nós algum privilégio que nos deixe fora desta realidade.

Dizemos: “As pessoas não amam mais”....Mas não podemos afirmar que somos de fato os que amam, inclusive àqueles que não nos amam.

 

Algumas vezes nos enganamos em atitudes piedosas, em discursos, em filosofias demais, mas não trazemos para a prática na vida diária aquilo que dizemos, o que seria a única maneira de fazermos isto se instalar em nós como um espírito.

 

Duas naturezas distintas e antagônicas nos habitam: O mal que não queremos este fazemos, e o bem que queremos não conseguimos fazer.

 

Eu tenho dito sempre para amigos, ou nos lugares aonde vou falar, que acredito de coração, que a gentileza, quando cultivada como se fosse um fruto em nós, poderá salvar a nossa alma da doença do “não-amor”.

 

Sim, ela pode ser praticada em pequenos atos insistentes de bondade.

 

A gentileza pode ser um caminho diário que quando praticado,  salve nosso coração para que ele não adoeça da enfermidade do tempo afirmada por Jesus como “doença dos últimos dias”. “O Amor se esfriará no coração de quase todos”....disse Ele.

 

Que as crianças apendam a gentileza, como aprendem a cantar.

Que os velhos lhe façam reverencias de bom humor na alma.

Que as mulheres as pratiquem para além de qualquer beleza.

Que os homens a carreguem como sua honra.

Que ela ensine a humanidade a espalha-la como um vírus.

 

Sim, minha fala é recorrente, porque eu acredito que o resgate da gentileza em nossos atos diários, nos salvará da morte do amor, pois a gentileza é subproduto do amor.

 

 

Ana D´Araújo 

 

A gentileza

Enche os Olhos ver a gentileza assim
É de carne e osso e tem cor
Se eu te contar que a gentileza riu pra mim
E foi pra além do distrito do amor
Braço dado com a paixão e a flor
A emoção logo se esconde e some
Ela já não mora mais sozinha
Se esta tal da gentileza a conquistou

Quero ouvir da gentileza uma canção
Que seu sopro ameno acalme a Nação
Que ela junte as mãos
Guie nossos pés...

Seja respeitada qual bandeira
Que ela adube o solo com amor
E que ao invés da erva seca, só produza flor
Que ela ensine a humanidade a cantar
Na voz de criança pra poder vibrar
Que ela afogue a mágoa e salve o perdão
E que a gentileza seja uma oração
Na voz deste povo que só precisa
aprender a andar com a gentileza.

 

 

Voltar


Gntileza gentil amor proximo

Ana D´Araújo

Psicoterapia | Ana D´Araújo 2011
www.anadaraujo.com.br