Hoje, domingo, 28 de maio de 2017

SIMBIOSES > AMIGOS SÃO ANJOS - ZÉ LUIZ MAZZIOTTI

Deus está em tudo isso, e muito mais... mas aposto como ele dá sempre uma “inspiradinha” a mais para os que são “amigos”.

Amigos são anjos.

As vezes doces, as vezes melados, amargos, as vezes firmes, não coniventes (são os que eu prefiro), atenciosos, folgados mas nem tanto, pois mesmo com insônia não são capazes de te ligar as 5 da manhã pra perguntar o que vc está fazendo.


Amigo é coisa de Deus... é como se ele tivesse deixado um pedacinho d’Ele nessas pessoas tão especiais que se aconchegam na nossa vida, nos “atropelam” com seu enorme afeto, o mais verdadeiro que se possa imaginar, e depois do susto você se deita para descansar nessas asas enormes feitas de amor.


Te dão a tão sonhada segurança, aquela que você espera a vida toda, de sempre ter alguém pra te socorrer, te fazer companhia, dividir grandes alegrias, cinemas, shows, jantares, suportar a morte da mãe, nos momentos insones aonde o medo nos invade tão assustadoramente, e com suas vozes sempre doces, pacienciosas, sábias, e muito amorosas, nos acalmam.


Com a idade, a gente vai ficando mais esperto, entendendo melhor esse amor de amigo, aprende a admirar pra sempre os defeitos que sempre detestou nas pessoas que ama profundamente, dar valor a vida simples, ao cotidiano mesmo, a comidinha, arroz, feijão e caldo de batatinha, como diz a maravilhosa Adélia Prado.


Pra que se angustiar com o mundo lá fora?


Ele roda mesmo, com toda a sua beleza ou feiúra, mas roda. Fazemos parte dele, e precisamos estar atentos para sempre fazermos nossa parte, pelo menos.


Os políticos, ladrões, assassinos estão nos seus papéis... foi isso que escolheram, ou foram escolhidos, não sabemos.


Como podemos fazer nossa parte?


Buscando a felicidade, a leveza, o amor em tudo, procurando valorizar cada ato de Deus, como os passarinhos que teimam em cantar no meio do concreto de SP, as pessoas todas diferentes umas das outra (mamãe não se conformava com isso), uma obra de arte como a senhora que vende panos de prato na feirinha do Masp, que tem a origem mais humilde que se possa imaginar e gosta de Chico Buarque, Edu Lobo e é alucinada pela música japonesa, conhecendo todos os astros do pais no sol nascente.


Deus está em tudo isso, e muito mais... mas aposto como ele dá sempre uma “inspiradinha”  a mais para os que são “amigos”.


Amém
 
Zé Luiz Mazziotti


Fevereiro 2009


Dedicado a Ana D’Araujo e Charles Belém



Voltar


Ana D´Araújo

Psicoterapia | Ana D´Araújo 2011
www.anadaraujo.com.br